Quarta-feira, 11 de Outubro de 2006

Um café

-Apetecia-me foder-te já aqui…

-Hummm, era?

-Assim em cima da mesa e toda a gente escandalizada, depois pedíamos a conta e íamos embora!

-Ahahahahahaha, olha fala baixo que ainda alguém te ouve.

-E então? Não estou a falar de nenhum negócio ilícito, quando muito fazia inveja a essas tias que nos rodeiam.

-Bom, mas achas que consegues terminar a refeição, depois vamos pra casa.

-Não sei… vou fazer um esforço.

Terminámos, um café, a conta, e saímos sem saber para onde nos dirigir, que é uma coisa fantástica quando se está de férias.

-Ainda estás com aquela vontade toda?

-Acho que não, apetecia-me mesmo era ali no restaurante…

-Portanto um local público!

-Sim…

-Então… e se fossemos tomar um café, aquele café ali em cima… tem uma zona de toillete enorme e muito interessante…

Os meus olhos começaram a brilhar com ideia, com a loucura, ou talvez o desafio.

A verdade é que não sabia se seria capaz de algo tão arrojado, tinha tudo começado com uma brincadeira.

Mas não quis terminar por ali, imaginá-lo excitava-me profundamente. Parei uns momentos, sem saber se iria só sorrir e dizer-lhe que era doido por tal ideia, ou simplesmente alinhar…

-Sabes, se calhar tomava outro café - disse-lhe com o ar mais natural que consegui.

-Ahahahahahaha, então vamos aquele ali em cima, tem um café fantástico, cremoso…

-Pois tem, vamos!

Entrámos, eu fui ao toillete, ele dirigiu-se ao balcão, passados alguns momentos, vi a porta abrir, eu estava sentada no balcão enorme do lavatório, com um sorriso provocador, prometedor…

-Boa tarde.

-Boa tarde, incomodo?

 

         

 

-Incomoda, mas deixe-se ficar… - disse-me visivelmente excitado.

Chegou-se a mim, beijou-me, levantou o meu vestido de linho preto e percebeu que eu já tinha adiantado trabalho… ahahahahaha.

Instintivamente levou uma mão ao meu seio e apertou-o, enquanto sussurrou ao meu ouvido, ‘Não grites ou gemas alto’, ouvir aquela restrição deixou-me completamente húmida, quase a rebentar.

Desapertámos as calças que baixamos junto com os boxers só o suficiente...e em poucos momentos provámos um pecaminoso orgasmo, que quase se tornava doloroso por não poder soltá-lo vocalmente.

Um beijo louco, afastou-se, olhou pra a porta, como se finalmente tivesse percebido onde estávamos e consertou-se.

Saltei do balcão e entrei na casa de banho das senhoras.

Quando voltei sentei-me na mesa onde ele estava, já lá estava o meu café à espera… a fumegar…

Escrito por Marisa às 12:09
Piacere | Vero? | Grazie
33 comentários:
De Ca a 1 de Novembro de 2006 às 00:12
Aguça-me. aguça-me!!!

Ahhhhhhhhhhhhhhhhhh

Como se fosse preciso!!

Mas é tão bom, que conseguis-te atiçar-me ainda mais!!!

Quero, mas sem açúcar!
De Marisa a 2 de Novembro de 2006 às 09:51
Vem já!
De Ca a 1 de Novembro de 2006 às 00:11
Aguça-me. aguça-me!!!

Ahhhhhhhhhhhhhhhhhh

Como se fosse preciso!!

Mas é tão bom, que conseguis-te atiçar-me ainda mais!!!

Queo, mas sem açúcar!
De Lobaaaaaaaaaaaaaaaa a 14 de Outubro de 2006 às 19:21
Fetiche? Num sitio público deve dar mais T.....

E se alguém entrasse no momento certo, também entraria no jogo?

Beijos em ti.
De Marisa a 16 de Outubro de 2006 às 10:14
Sei lá!
Logo se vê... sempre fui boa em improviso.

Beijinho.
De mfc a 13 de Outubro de 2006 às 22:25
Gosto da desinibição de se confessar um prazer.
De Marisa a 16 de Outubro de 2006 às 10:13
Eu gosto sobretudo da desinibição de o fazer ou proporcionar...
De marisa a 13 de Outubro de 2006 às 19:14
heheh acho k tenho de la ir tb beber um cafe... ake cafe la a cima...

beijos o texto esta fantastico
de uma outra marisa
De Marisa a 16 de Outubro de 2006 às 10:12
Vai... é capaz de ser bom...
Beijokas, obrigada!
De Pintelho Marciano a 11 de Outubro de 2006 às 19:19
Phoda-se....é assim mêmo..
Um post que conta as coisas como elas têm de ser contadas...
O mais parecido que consegui foi bater uma sarapitola na casa de banho do Pendular...
Mas eu tb não sou exemplo pra ninguém!
Diga-me uma coisa...Na minha ideia a menina tinha de estar de costas para o gajo que lhe paga os cafés...frente a um grande espelho....Diga-me que foi assim que vou já a correr comprar um bilhete pró Pendular....
Sabe uma coisa...a menina saiu-me cá uma fodilhona....
Parabéns!
De Marisa a 12 de Outubro de 2006 às 09:08
A... sui generis... diferente... animado e confidente!
Vá andando pró Pendular... ahahahahahahaha
De cheiodetesão a 11 de Outubro de 2006 às 19:02
Eu e a Afrodite somos malucos por essas coisas!

Bem bom... Nunca fujas a essas hipóteses! A vida passa depressa e há que aproveitar! E mesmo que alguém veja... que se foda e que guarde a inveja!

Parabéns, Marisa, belo e entesador post!

:)
De Marisa a 12 de Outubro de 2006 às 09:07
Ora nem mais!
A vida é tambem arriscar, aproveitar e porque não dar prazer aos outros por verem o nosso prazer?
Sempre um prazer, receber-te cá e provocar-te esse tesão!
De cheiodetesão a 12 de Outubro de 2006 às 12:30
E não duvides que provocas mesmo!!!

Beijinhos
De Maeve a 11 de Outubro de 2006 às 18:00
Marisa...
Orgasmos pecaminosos...hmmmm
São dos melhores!!!!



De Marisa a 11 de Outubro de 2006 às 18:08
Ui, são o delirio!
Hummm, beijinho.
De Dossier de Argolas a 11 de Outubro de 2006 às 16:45
Bolas, bolas, bolas...este deixou-me sem palavras e cheio de...! Pois, disso!
Não tarda começam a aparecer os AVCs....
De Marisa a 11 de Outubro de 2006 às 16:48
Vá Dossier, recomponha-se e comente como deve ser!
Não o quero aqui com essa respiração ofegante...
De Dossier de Argolas a 11 de Outubro de 2006 às 16:52
Seja...como deve de ser!
(Se as palavras sairem roufenhas, é do pano que cloquei na boca para silenciar a respiração ofegante).

Olhe, para lhe dizer como deve de ser, digo-lhe que este post é um post do *******! Mesmo bom! Ainda como deve de ser, também lhe digo que há gente com sorte na vida...outros menos! Eu nesse caso até me contentava em ser o "balcão" da casa-de-banho...como vê não sou muito exigente!
Mas enfim....
De Marisa a 11 de Outubro de 2006 às 17:09
Muito bem, assim já podemos avançar...
E deixe lá as palavras roufenhas que lhe ficam muito bem, têm algo de sedutor.
O que acho que anda a baixar um bocadinho é o seu nível, ainda que com asteriscos deixa adivinhar algo vulgar. Espero de si mais subtileza, e igual charme, sou uma complicada como vê.
Mas digo-lhe só que os tipos com sorte normalmente tambem têm algum mérito, que eu não sou um boletim do euromilhões pra calhar e pronto, houve trabalho!
Gostei imenso desse seu contentamento em ser balcão, sabe que não estaria nada mal, não coloco de parte a ideia de me sentar em cima de si... balcão!
Obrigada, um beijo.
De Dossier de Argolas a 11 de Outubro de 2006 às 17:35
Vulgaridade nos asteriscos? Pois traduzo-lhe, cara Marisa: "um post do outro-mundo!"...como vê nada de vulgar! Onde anda com esses pensamentos?

Boletim do euromilhões, a Marisa? Não, não, nada disso..."gente com sorte" é a Marisa, por se sentar em cima do balcão!! Logo, e quanto muito, o balcão será o boletim do euromilhões!

Como vê, ou lê, nada de mais.....e como balcão odediente, aguardo....
De Marisa a 11 de Outubro de 2006 às 17:41
Bom temos aqui alguns esclarecimentos a fazer, se me permite e já que o blog é meu, e seu e de quem o apanhar...
Vulgaridade, nunca nos asteriscos mas no facto de os colocar, o Francisco bem poderia ter colocado 'este post é do caralho', que eu não me importaria, aliás gosto das coisas bem definidas, o que me aborrece é mesmo o ocultar.
Não sou um boletim do euromilhões está claro, mas acredite que tenho um verdadeiro tesouro...
Ficamo-nos por aqui?
De Dossier de Argolas a 11 de Outubro de 2006 às 17:49
...e assim se leva uma "chapelada" de uma lady!
De A.Feiticeira a 11 de Outubro de 2006 às 14:36
Porra, ca emoção esqueci-me de deixar um beijo. xiça.
Um beijo enfeitiçado numa mistura fina de emoções e sentimentos...
De Marisa a 11 de Outubro de 2006 às 14:45
Se foi da emoção estás perdoadíssima , alias, um beijo intenso, mágico e guloso tambem pra ti!

Vero?

veropiacere@sapo.pt

Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Hummmm...

Sei lá...

Ciao

(...)

Ingenuidade

Viver...

Pretensão

Quando...

Kininha

Renascer…

Hoje não…

Recordar...

Agosto 2010

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Piaceres...