Quarta-feira, 31 de Maio de 2006

Simpatias

Eu até acho que sou uma gaja simpática, enfim, terei uns dias menos positivos, em que estou mais amarga, mas caramba sou mulher!!!!

Agora o que me irrita solenemente são aqueles gajos, vulgo cromos, que por me verem a sorrir e a ser bem-educada, basicamente a fazer o que nenhuma mulher lhes tinha feito anteriormente que é ligar-lhes alguma coisa ao que dizem, ficam logo todos acessos e com os olhos brilhantes e a imaginar-me deitada numa mesa de mármore, nuínha da Silva e com o rabo espetado! Bom isto já sou eu a divagar, adiante.

Se uma pessoa não lhes diz nada é mal-educada e arrogante ou mal amada, se uma pessoa sorri, tem logo que levar com eles e com conversas de chacha que nos fazem bocejar.

Ultimamente tenho andado sem paciência pra gente dessa, se vou tomar um café levo com uma buzinadela ou um assobio, se os recebo por cá, sinto olhos a percorrerem-me a velocidades estonteantes, caramba!

A simpatia deve ser uma qualidade das pessoas e uma atitude para que quem nos rodeia esteja bem, mas a verdade é que por ser simpática já ouvi comentários menos positivos, já tive que me tornar imediatamente mal-educada (vai-me logo pró palavrão), já tive de me impor.

                   

Profissionalmente então, nem se fala, se abordo um cliente de forma simpática, nem liga ao que eu digo, devo perder a credibilidade por lhe pedir dinheiro com um sorriso ou por lhe pedir as informações necessárias, quando peço o numero de telefone até se riem a pensar que depois lhe vou ligar pra irmos tomar um cafezinho!!!

Deus me livre!!!!

É engraçado que com a experiência vamos perdendo a ingenuidade e tornando-nos mais selectivos, menos aselhas, quando comecei, esbanjava simpatia e cordialidade, depois percebi que assim ninguém me ligava peva, que o meu valor ficava abafado por ‘a miúda é toda simpática, damos-lhe a volta num instante’.

Actualmente não nego a minha simpatia e educação, principalmente a educação, a ninguém obviamente e até porque também aprecio a simpatia dos outros, mas restrinjo-me mais, para que percebam que não são as simpatias que me tornam melhor ou pior pessoa ou profissional.

Todos sabemos que grande parte dos funcionários públicos não são grande exemplo de simpatia, e falo destes porque cada vez que vou à repartição de finanças, levo com um ou uma trombuda que não se deve lembrar da ultima vez que os dentes viram o sol e questiono-me o porquê dessa arrogância, quer dizer eu só quero pagar uma porcaria qualquer, eles podem dizer bom dia receber e eu vou embora, não preciso que fiquem a fazer sala, mas não custa ser-se minimamente cordial!

Eu acho que a simpatia é uma atitude que parte de cada um de nós, se estamos de bem com a vida e com os outros não há porquê ser arrogante, sou uma pessoa positiva que gosta imenso de sorrir e que mesmo que esteja mal disposta ou irritada com alguma coisa não vou descarregar em cima dos outros, se o problema é meu, eu que o resolva!

Depois ainda há os frustrados que nunca hão-de chegar a ser ninguém, mas fazem um ar tão importante e incham tanto o peito que julgam que subitamente passarão a ter imenso valor e conhecimento de vida, só porque nem respondem ao que ousamos perguntar e julgam-se com 5 metros de altura, eu já agora aproveito este espacinho pra dizer a todos esses que ‘estimo bem que se fodam ’!!!

Escrito por Marisa às 09:14
Piacere | Vero? | Grazie
|
17 comentários:
De Ca a 15 de Julho de 2006 às 04:28
Estou à aguardar desesperadamente pela oportunidade para te lançar uma crítica, posso?!!

Ainda não é desta..

Como sempre as imagens assentam como uma luva no tema! Parabéns , esta merece um especial destaque... Lindo sorriso, só de olhar contagia!

A realidade é que as pessoas não são todas iguais... e saber lidar com o outro é uma arte!
Faço questão de não abdicar do que considero boa-educação, há que manter a razão do nosso lado... Mas há certas respostas certeiras, que arrasam! E tu amiga, dominas!
De http://shakermaker.blogs.sapo.pt a 2 de Junho de 2006 às 00:46
Ora viva Cara Marisa...

Pois bem, é por estas e por outras que eu prefiro ser antipático, porém sou sempre cordial. Como eu costumo dizer. este bruto é bronco e bera que nem uma besta!

Estes assuntos têm muito que se lhe diga, até porque são as mulheres que usam e abusam do seu charme, ou da falta deste, para resolver assuntos profissionais. Ou seja, quem se põe a jeito corre o risco de ser chamada(o) jeitosa(o).

Além disso, os homens são somente mais expansivos no que toca a opinar sobre mulheres. Muitos fazem-nos gritando do alto dos andaimes, enquanto outros preferem berrar no cimo das janelas dos escritórios Ao passo que as mulheres não se manifestam efusivamente, todos sabemos o que estão elas a pensar, ou não fossem deveras previsíveis.

Nem mais, nem menos, apenas a minha incoveniência certa como resposta correcta.

Um abraço...
SHAKERMAKER

De Marisa a 2 de Junho de 2006 às 09:24
Caro Shakermaker , por quem sois, esteja à vontade pra dizer as baboseiras que quiser, às tantas ainda acerta...

Pois é verdade, nós temos o dom, de saber usar (ou não) o melhor que temos, chame-nos de cabras que é indiferente.

Eu até gosto de ouvir piropos desde que bem construídos e originais, mas não me diga que usamos do charme para resolver assuntos profissionais... quer dizer é verdade... mas fica-me mal assumir!

Sejamos o que o caro amigo quiser, a verdade é que vos damos volta à cabeça, seja com um sorriso ou um belo decote!

Mas nem era disto que o texto falava!
Grata mais uma vez pela disponibilidade e frontalidade de opinião , apareça.
Baci ...
De maresiasuave a 1 de Junho de 2006 às 00:48
Oi Marisa:))) pois ca estou eu a comentar teu belo texto..."simpatia" pois e é dassimpaticas que o mundo é feito... Gostei do teu texto,tão desprovido tão solto... postei algode novo, passa por la, gostava da tua opinião.

Beijo com sabor a Maresi@
De Marisa a 1 de Junho de 2006 às 09:26
Olá maresi@, que bom que gostaste.
Mas não precisas de me pedir pra eu te visite, eu faço-o quando posso e me apetece, se vens cá comentar fá-lo apenas em relação ao meu texto eu faço o mesmo no teu espaço.
Baci per te.
De Lobaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa a 1 de Junho de 2006 às 00:16
Sobre este tema também tenho algo a dizer... Há pessoas muito simpáticas, que se derretem por tudo e por nada, e que ao mesmo tempo conseguem transparecer a falsidade de tal simpatia... Há pessoas que são simpaticas naturalmente e são assim mesmo, mesmo que queiram disfarçar... e também as há que não são nada simpáticas ou simpáticas q.b. e nas ocasiões apropriadas! A simpatia tem medida e não deve ser usada em exagero só para se agradar aos outros e passar a imagem de 'Pessoa simpática', mas também não deve ser esquecida, pois ela existe em todos nós! Eu por vezes esqueço-me que também sou capaz de ser simpática e tenho simpatia de stock (acho eu... ehehehe). Beijo e até um dia destes... quando não sei!
De Marisa a 1 de Junho de 2006 às 09:28
É verdade há essas derivações todas, a eterna sinceridade, mas eu referia-me meramente à atitude das pessoas que estão de bem com a vida e gostam de resplandecer, de deixar o olhar brilhar...
Grata pelo comentário, e pelo ponto de vista, beijo grande.
De igara a 31 de Maio de 2006 às 14:44
Marisinha eu sei, eu sei...tenho andado a faltar aos comentários, mas a verdade é que nem tenho disposição para comentar. Hoje, mais bem dispostinha vim ler-te com atenção, e fazer o meu comentário. Este vem muito na linha de pensamento do Dossier de Argolas, que falou muito bem e de forma muito clara. A simpatia, tal como outros sentires, deve de ser comedida, e canalizada de forma diferente para cada uma das pessoas que se liga a nós. Para cada pessoa terá que haver uma simpatia especifica, visto que essa é também uma forma de afecto, que devemos cuidar que seja canalizada para cada um de acordo como o que cada um merece.
Ter sempre a mesma medida de simpatia, faz-nos perder credibilidade, na medida em que vai existir a tendência para nos considerarem sempre iguais, e de nos uniformizarem em tudo o resto.
Espero que não te tenha chegado num comentário muito confuso amiga, mas hoje não consigo mesmo ser muito mais clara. Beijos grandes dos nossos... hahahhaaha :)
De Marisa a 31 de Maio de 2006 às 15:43
O pessoal anda todo chochito , deve ser do tempo, valha eu que ando com o gás todo, deprimida sim, mas por escassos minutinhos, pra não me habituar mal. Pois eu também concordo com ele, e percebi-te muito bem amiga. As melhoras pra tua alma, baci .
De Zuco a 31 de Maio de 2006 às 13:35
"imaginar-me deitada numa mesa de mármore, nuínha da Silva e com o rabo espetado"

Hummmm... Serei cromo? Talvez da bola?... Ou especial de corrida?...

De Marisa a 31 de Maio de 2006 às 14:23
Ahahahahahahah, tu não contas pra estatistica.
Grata pela visita... imperial fresquinha!
De Zuco a 31 de Maio de 2006 às 16:10
Corona com limão!

E um shot de tequilla...
De Marisa a 31 de Maio de 2006 às 16:12
Shot's nem tanto... fazes questão?
De Dossier de Argolas a 31 de Maio de 2006 às 10:18
Já cá tenho passado para ler uns textos. Nunca comentei, o que faço agora pela primeira vez. Porque gostei do texto (tal como de alguns dos anteriores), porque a musica é boa, porque o azul é uma cor do melhor....e porque sim! Razões bastantes.
Quanto ao texto, a questão é tal e qual a pões: a simpatia, como qualquer outro "talento" deve ser utilizada com parcimónia. Até porque é um recurso que se esgota. E há sempre o risco de, quando a quisermos usar com alguém que a mereçe...finito, kaput, koniec, the end...já não há. Como diz quem o diz (é que não me lembro mesmo): "to everything there is a season, and a time for every purpose, under heaven!"
Ariverdecci ragazza!!
De Marisa a 31 de Maio de 2006 às 10:25
Muito bem! Pontos fulcrais, tudo resumidinho , e fiquei a saber uma carrada de coisas. Obrigada pelas visitas e por teres resolvido comentar, e por gostares do azul e de algumas coisas que eu escrevo, e algo que agora me escape! É verdade a simpatia, como tudo, parece que tem as suas regras, o que acontece é que as pessoas nem sempre fazem uso dessa simpatia, ou pelo menos da cordialidade a que todos temos direito. Esse que tu dizes que disse... sabe umas coisas. Grazie ragazzo , baci per te.
De Vasco__27 a 31 de Maio de 2006 às 10:41
Simpatia=faca de dois gumes, como tu dizes. Mas não se pode agradar a gregos e a troianos, né?
Bem educado tento ser tb, mas as vezes passo-m!!!! E a educação esfuma-se para dar lugar à arrogancia e ao gozo, pq já os fusiveis foram co cara...o! Mas prontos... agora até descobri uma maneira altamente de mandar as pessoas à merda de forma simpárica e educada... "Oiça lá; você quer que eu o mande, ou você sabe lá ir sozinho?" Funciona sempre, Marisa.... E com a vantagem de, misturado com o meu sorriso mais cínico e cabrão, causar um efeito de "e não me voltes a moer os figados"... Simpatia sim, mas dar o cu, jamais.

Baci, bella...
De Marisa a 31 de Maio de 2006 às 10:49
Ahahahahahahahahahah , hoje estás muito desprendido Vasco. Revela-se aqui o Vasco 'Quero que se fodam todos', isso é mesmo radical pá, eu também não quero ir por aí, aliás nem posso, nem me merecem, se queres saber não me vou chatear por tão pouco, viram-se as costas e siga! Quanto à tua última frase... tenho as minhas reservas... Grazie , baci bambino .

Vero?

veropiacere@sapo.pt

Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Hummmm...

Sei lá...

Ciao

(...)

Ingenuidade

Viver...

Pretensão

Quando...

Kininha

Renascer…

Hoje não…

Recordar...

Agosto 2010

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

No Ar...

Piaceres...

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Entre!

pegadas