Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2007

Impõe-se…

Meu Deus, estou a precisar urgentemente de uma bela noite de sexo… hoje!

Não é isso!

É claro que tenho tido sexo, mas quero algo mais intenso, mágico, revigorante, daquelas noites que sabemos, ficará eternamente na nossa memória, daquelas em que quando nasce o dia, tudo nos dói e é deliciosamente bom…

Talvez prepare um jantarinho simples, só porque vamos de facto gastar imensas energias, ahahahahahaha e depois deixo uma frutinha na bandeja, a verdade é que fico sempre com fome depois de noites destas que são verdadeiras epopeias.

Vou pra casa tomo o meu banho, perfumo-me, ponho uma música bem estimulante pra espevitar e depois ligo-lhe, sem nunca denunciar o que lhe quero fazer, ou será, que ele me faça?

Talvez que façamos aos dois, ahahahaha, peço-lhe para ir lá a casa que estou com um baixo astral tremendo e capaz de me atirar do 14º andar… se calhar é muito forte… Acho que a voz me vai trair…

Bom e depois é só dar largas à imaginação, lembrar-me que sou uma fera, que estou imbatível, que quero tudo naquela noite, que o mundo pode acabar que eu nem vou perceber, aliás… se não acabar por sua iniciativa, nós daremos um jeito!

 

        

 

Talvez prepare flutes de champanhe enquanto ele toma o seu banho, adoro quando sai do duche molhadinho, cheirosinho, relaxadinho e começar logo ali, em frente ao lavatório embaciado pelo ambiente que se faz sentir húmido e morno e eu tórrida…

Desta vez não o limpo com a toalha… talvez com a língua, não lhe coloco o seu creme corporal, talvez lhe deite um pouco de champanhe pelo peito… para amaciar…

Não quero ficar-me pela casa de banho, a casa de banho só nos permite iniciar as hostes e no quarto também não, quero fugir de tudo o que me lembra monotonia… se calhar nas escadas… pode ser desconfortável eu sei, mas é excitante um vão de escadas enorme, um corrimão lindo no meio da sala e nós ali completamente possuídos pelo desejo, hummm, parece-me bem.

Quando as costas acusarem a dureza da madeira, podemos sempre fazer uma pausa para champanhe, mudamo-nos para a chaise long e recomeçamos em grande estilo!

Espero que saiba que não o vou poupar, espero que tenha em mente algo de muito intenso e poderoso, porque eu não vou querer menos e definitivamente… esta vai ser a foda das nossas vidas…

…ah, amanhã tenho uma reunião no escritório às 9 horas, não posso faltar…

Escrito por Marisa às 09:03
Piacere | Vero? | Grazie
|
18 comentários:
De homem de negro a 26 de Janeiro de 2007 às 10:55
Olá...
Gosto de noites sem fim, encontramo-nos algures, olhamo-nos, levamos nosso rumo, um quarto de hotel, a tarde a fazer amor, calmamente, conversando nos intervalos que tão necessários são, um jantar algures, voltar a correr para o hotel e fazer amor a noite toda, até que o cansaço nos vença... Se possível, que haja mar por perto para ouvir cantar as ondas, para lá namorar se for possível, para estacionarmos num qualquer local e fazer maroteiras...
Ainda que, no dia seguinte, me tremam as pernas e me sinta fraco...
Baci per te, marisita, a gente vê-se por aí...
De Marisa a 29 de Janeiro de 2007 às 09:59
Hummm que delicia... andas inpirado homem.
E mereces muito ter noites dessas, pela entrega, pelo amor que tens para dar e pelo grande homem que és...
Gostei muito, obrigada.
Mil beijos.
De Kitty a 26 de Janeiro de 2007 às 01:02
Essa urgência durou e durou e durou... Nunca mais voltas ;)

Beijos Marisa
De Marisa a 29 de Janeiro de 2007 às 09:57
Voltei!
Olá Kitty, obrigada pela visita e pelo comentário... tão bom.
Beijos.
De ZePedro a 23 de Janeiro de 2007 às 11:33
Na realidade uma bela noite de sexo é algo de maravilhoso, mas tambem pode ser uma tarde ou uma manhã.
Mas sou sincero gosto mais quando acontece sem ser programado, a programação implica quase uma obrigação e obrigação para mim não obrigado.
Para mim esses momentos acontecem sem programar acabam por ser apenas um resultado de um sentir intenso e partilhado que acaba por se expressar sem que nada se prepare.
Vai aparecendo, crescendo e acontece e não tem nada a ver com a envolvencia exterior mas apenas com uma vontade mútua que acaba por se expressar de um modo nunca igual mas que depois de acontecer é algo de extremanete maravilhoso.
Mas esta é apenas uma opinião.
Se a ti te faz bem assim força.
Beijos
De Marisa a 24 de Janeiro de 2007 às 09:13
Olá ZePedro, pois eu já sabia esssa tua opinião acerca da antecipação ou melhor da preparação.
Mas isso aqui é o que menos importa, o que é de realçar parece-me é o facto de, ainda que longe, ainda que com imensos problemas, ainda que a meio de um dia estafante, aquela vontade louca de amar, o desejo de chegar a casa e ter algo em mente para alem de um jantar e cama, isso é que é positivo, aquela vontade que mesmo no pior dos dias, nos deixa um sorriso secreto e parvo.
A antecipação, não é divida, nada tem de acontecer, mas o acto de se querer, o facto de nos sentirmos vivos e com vontade para tal isso é um óptimo estimulante para um dia horrivel, como foi este.

Obrigada, beijos.
De apenasMadalena a 22 de Janeiro de 2007 às 17:14
Bem...tenho que confessar que imaginação não te falta e que sabes pôr uma pessoa a transpirar, mesmo que lá fora estejam graus negativos....
Se xegou a acontecer mesmo...olha que tenha sido tórrido, selvagem e esgotante.... ;)
Bjs
Madalena
De Marisa a 24 de Janeiro de 2007 às 09:09
Olá Madalena!
É assim tão importante, saber se aconteceu ou não, ou melhor, se de facto foi inesquecível ou não?
Sabes o que em agrada nestes textos, ou neste estado de alma, é a predisposição para, é sabe rque estou a trabalhar, sob pressão, stressada e ainda assim com uma vontade louca de partir tudo à noite, com desejo, isso é importante. É a excitação dentro de nós...
Lá selvagem... foi...

Beijos.
De marisa a 22 de Janeiro de 2007 às 00:10
ah eskeci-me o trab vai corer do melhor depois duma noite assim nada corre mal... beijocas
De Marisa a 22 de Janeiro de 2007 às 09:20
Eu não deixo!
Nada me pode correr mal, só se eu deixar...
Obrigada!
De marisa a 22 de Janeiro de 2007 às 00:09
espero k seja mais, sim mais do k desejas ... para te surpreender e ser ineskecivel...
De Marisa a 22 de Janeiro de 2007 às 09:19
Hummm.
É sempre!
Obrigada, beijinho.
De Eclipse com Amor a 19 de Janeiro de 2007 às 08:35
Sem dúvida que escreves maravilhosamente, eu e a minha Lua temos vindo cá ler-te mas infelizmente o tempo tem sido pouco para comentar. Algumas das tuas descrições parecem escritas por nós, impressionante como as pessoas podem ser tão parecidas.
Continua a amar como se não houvesse amanhã, pois apenas o Amor nos faz sentir vivos, desejados e com força para tudo enfrentar.

Bons Eclipses
Sol
De Marisa a 22 de Janeiro de 2007 às 09:18
Olá e obrigada pela simpatia.
É esta a minha maneira de ser e ver o que amo e aprecio, que bom que partilham deste estado de alma.
Fica á vossa espera, beijo.
De Ca a 18 de Janeiro de 2007 às 19:25
Eu contentava-me com uma rapidinha!!!

Com uma e só uma pessoa, mais ninguém...

Enfim, hei-de lá chegar!!!

Pelo menos nos meus sonhos estamos nessa onda!!!

Brilhante!

Como sempre é fantástico ler-te!

Beijão enorme amiga.
De Marisa a 22 de Janeiro de 2007 às 09:17
Linda!
Mas uma rapidinha pode ser muito bom e o suficiente para aquele momento inesquecivel, o tempo nem sempre é directamente proporcional com a realização sexual.
Obrigada pela vista.

Beijão.
De Ca a 24 de Janeiro de 2007 às 14:32
Desde que ambos os intervenientes estejam em sintonia... é fabuloso!!

Ganda som!!!

Estou com saudades nossas.

Beijo especial.
De Marisa a 29 de Janeiro de 2007 às 09:56
Tambem eu, mas ando a mil, quanto te apanhar... hummm...

Vero?

veropiacere@sapo.pt

Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Hummmm...

Sei lá...

Ciao

(...)

Ingenuidade

Viver...

Pretensão

Quando...

Kininha

Renascer…

Hoje não…

Recordar...

Agosto 2010

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

No Ar...

Piaceres...

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Entre!

pegadas