Quinta-feira, 7 de Dezembro de 2006

Ao fim da tarde

-Sr. Silva?

-Quê?

-Olhe estou a ligar-lhe porque tenho aqui uma emergência e preciso que passe por cá imediatamente, é mesmo urgente.

-Mas…

-Olhe estou no meu escritório, à sua espera, até já.

Quando chegou, eu estava calmamente a ouvir música e a terminar uns documentos que só faltava assinar, antes já tinha retocado a maquiagem, colocado um pouco de perfume (o seu preferido) e desapertado mais um botão da blusa creme de cetim, ahahahaha.

-Posso?

-Sim, entre!

Olhou para mim com um sorriso pecaminosamente belo, promissor, percebeu no meu olhar exactamente o que era o meu objectivo… e não me deixou ficar mal…

-Boa tarde, como está a senhora?

-Muito bem obrigada e o Silva?

-Melhor agora… mas diga-me, qual o problema então?

Levantei-me da cadeira, cheguei-a um pouco para trás e fui trancar a porta, voltei e ele não se moveu.

-Olhe estou aqui com um vírus no computador, vê?- disse-lhe enquanto me baixava junto do monitor e empinava o rabo… senti-o chegar mais perto de mim…

-Sim, vejo, de facto complicado, provavelmente teremos que formatar o computador, levará algum tempo.

-Olhe se tem que ser… que seja já!

Chegou mais junto de mim e tocou-me ao de leve na nádega, acusei a excitação que se apoderava de mim. Encostou-se a mim, como que a olhar para o monitor e senti uma mão a subir a perna direita, começava a tornar-se difícil controlar a respiração, levantei a perna a pousei o joelho na cadeira, olhos fixados no ecrã e o pensamento completamente a mil…

-Provavelmente teremos de retirar tudo… os programas.

-Então tire!- não consegui evitar um riso nervoso.

 

                    

Ainda nas minhas costas, desabotoou mais um botão da blusa, que já havia contornado antes e colocou uma mão num seio expectante, o mamilo impôs-se queria algum protagonismo… teve-o.

Levei uma mão atrás e percebi que não era eu a única que estava a deliciar-se com tal…. formatação, ahahahaha.

Pegou na minha mão colocou-a apoiada na secretária, afastou-se ligeiramente, baixou-se e fez descer as minhas collants, depois o string e baixou-se mais um pouco, hummmm, que língua maravilhosa, manter-me de pé era quase um tormento, as pernas bamboleavam, as unhas queriam muito rasgar a secretária, e a respiração era agora deliberadamente ofegante.

Levantou-se, agarrou os meus cabelos, beijou a minha nuca, lambeu o meu lóbulo e percebi que baixava as calças.

Com um pé fez afastar um pouco mais as minhas pernas, colocou uma mão entre os meus seios, nunca se decide por um… e seguiram-se os melhores minutos daquele dia chuvoso e desgastante.

Nunca me virei para trás, nunca retirei as mãos daquela secretária, senti-lo e sentir-me assim ali, era algo de fabuloso, deixei de me conter, gemi e julgo que bem alto, os saltos altos quase me faziam cair, tal a intensidade com que me tinha, tal a força com que me possuía, de repente apertou um seio de forma descontrolada e percebi que acabara de ter um orgasmo ali mesmo, soube tão bem…

Sentou-se na minha cadeira, sentei-me em cima dele, virei-me e beijei-o ao de leve nos lábios, estava ofegante, assim que conseguiu controlar a respiração riu e riu muito.

-Tu és completamente doida.

-Como?

-Ah, queria dizer-lhe que a formatação está praticamente terminada.

-Óptimo, então vou ligar pra casa a informar que vou ficar até mais tarde a terminar trabalho, sabe que isto me atrasou imenso!

-Ligue, ligue.

-Depois manda-me a factura?

-Ahahahahaha, mando e é já…

Escrito por Marisa às 10:45
Piacere | Vero? | Grazie
|
20 comentários:
De Ca a 5 de Janeiro de 2007 às 12:28
Já me tinhas falado nesta mudança...
Fos-te tu que a fizes-te, o que dizer?!!
Gostei.

Quanto ao post... Ahahahahah

Bem conseguido no seu conjunto.

Não é demais referir, que é fascinante ler-te.

Adoro-te.
De Marisa a 5 de Janeiro de 2007 às 14:22
Amiga, morria de saudades de te ler cá.
Sabes este texto não sendo nada de espectacular, sabe bem pela recordação, só...

Que bom ver-te cá!
Adoro-te!!!
De Arestas Cortantes a 10 de Dezembro de 2006 às 04:06
Venha daí uma gaja especialista em Informática..... Era mesmo uma assim que eu precisava aqui...ehehehehehehehehe

Beijinhos : )
De Marisa a 10 de Dezembro de 2006 às 19:31
Ahahahahahah lamento desiludir-te, percebo pouco ou nada disso...
Mas sei como tornar um fim de tarde monotono em algo bem estimulante... digo eu!

Beijinhos.
De dezidério a 10 de Dezembro de 2006 às 00:26
E aqui venho eu uma vez mais ao teu blog de sexo, ler mais um post de sexo. Já é recorrente isto. E é pena. Escreves bem demais para nos dares tão pouco. E tão mau. Sempre que aqui leio o que escreves, fica-me a dúvida se te diverte escrever no círculo fechado deste tema? Serás tu capaz de escrever sobre amor? Saberás tu descrever um acto de amor? Ou, como continuas a demonstrar, pouco mais tens para nos dar do que umas vulgares fodas?
Desculpa por ter vindo, por ter dito o que disse e por querer encontrar aqui coisas que nunca acontecem. Saúde e felicidades.
De Marisa a 10 de Dezembro de 2006 às 19:29
Caro Dezidério ...
Eu começo por lhe agradecer imensamente, o grande desprendimento que foi vir até cá, ler-me e ainda comentar, grande espírito de sacrifício o seu, ao ler um vulgar blog que segundo o Dezidério é sobre sexo e só.
Pois caro amigo eu sugeria-lhe talvez uma leitura mais cuidada em que pudesse constatar por si próprio que este blog, muito alem de sexo, é sobre mim, os meus sentires, as minhas vontades, fantasias, memórias, piaceres . Portanto aqui encontra muito mais do que sexo, se quiser encontrar...
Desafio-o...

E depois olhe, gostei imenso de saber que afinal sei 'escrever bem demais', que bom já viu?
Garanto-lhe que me vou esforçar por não lhe defraudar as expectativas e aguardo sempre por cá um elogio seu...
Muito obrigada, felicidades.
De Zuco a 9 de Dezembro de 2006 às 23:06
Estes gajos da informatica...
De Marisa a 10 de Dezembro de 2006 às 19:22
Ó pá, mas tu estás cá?
E eu a julgar que andavas por aí em festa...
Quero saber tudo!
A propósito, sabes que o gajo nem percbe nada de informática...
De Lobaaaaaaaaaaaaaa a 9 de Dezembro de 2006 às 18:37
Pois... interessante...

Beijos mil :)
De Marisa a 10 de Dezembro de 2006 às 19:21
Pois... beijinhos.
De mfc a 8 de Dezembro de 2006 às 20:06
Depois do que me aconteceu ao PC no Domingo... nem quero ouvir falar em formatação!!!

Mas uma formatação dessas até que ia...já!
De Marisa a 10 de Dezembro de 2006 às 19:20
Ola MCF!
Que bom tê-lo por cá.
Vou contar-lhe um segredo, eu de computadores percebo pouco ou nada e o 'Sr. Silva'... ainda percebe menos que eu, ahahahah.
Mas que foi uma óptima formatação lá isso foi!!!
Obrigada, baci.
De http://shakermaker.blogs.sapo.pt a 8 de Dezembro de 2006 às 06:23
Ora viva Cara Marisa...

Bom, se era para escrever mais um texto sobre sexo no escritório depois do expediente, então conseguio. Todavia, se a intenção era fugir a um tipo de texto cliché, digo-lhe que não conseguio.

Já o título do texto poderia também ser: Fora de Horas, Horas Extraordinárias, No Escritório ou qualquer coisa do género.
O que quer que lhe diga...
Espero sempre um pouco mais de alguém que sabe escrever bem e tem sensibilidade para muito mais.

Sabe, para ser inteligente e perspicaz ou deveras irónico tenho que ter matéria de facto. Doutra forma, vejo-me obrigado a comentar o que parece ou o é realmente.

Confio no seu talento, logo melhores textos virão na forja. Tenho a certeza, alguns dos anteriores assim a obrigam.

Bom feriado, bom fim de semana e melhores fins de tarde do que este.

Um abraço...
shakermaker
De Marisa a 10 de Dezembro de 2006 às 19:17
Caro Shakermaker...
Bom, que lhe dizer, este seu comentário soa-me a resposta à resposta (perdoe-me a redundancia) que lhe fiz no post anterior, mas isto é só a minha percepção.
Quanto às suas expectativas em relação á minha escrita, garanto-lhe, são demasiadamente elevadas, acredite eu não me reconheço toda essa qualidade que me espera, tudo o que concebo nestes termos vou deixando por cá, de forma humilde e bem de mansinho.
Agradeço é a pessoas como o Shakermaker a grande honra de me lerem e comentarem.
Ainda em relação ao fim de tarde, digo-lhe foi muito boa!
Os titulos que sugere, pois muito agradeço, mas parece-me que o que coloquei está muito bem.
Posto isto, resta-me agradecer-lhe mais uma vez a visita, bem como a sinceridade que muito aprecio, e pedir-lhe que volte sempre que possa quanto mais não seja para me mostrar o meu lugar...

Muito obrigada, um abraço.

Já agora, os meus parabens ao seu pai (julgo que é a ele que se refere no seu texto), e parabens tambem a si por escrever algo de tão especial sobre ele.
De Pintelho Marciano a 7 de Dezembro de 2006 às 11:28
As saudades que eu tinha de um belo conto de Natal...
Li este post seu e veio-me á cabeça (não é á cabeça da gaita obviamente)o Charles Dickens...
E olhe que perto do seu conto de Natal, o “A Christmas Carol” dele não se lhe chega nem ao pintelhinho mais encaracoladito do seu conto...
Gostei, especialmente pela ausência de compromisso...é do tipo..."Ah e tal Sr. Silva (adoro o termo Sr Silva...faz lembrar uma personagem do Gato Fedorento)venha cá que m'apetece phodê-lo...e dps de me dar a queca aproveite para vêr o que se passa com a merda do PC...Mas veja se não me demora muito que tenho um jantar de familia....Obrigado Sr. Silva"....A D O R E I!!!!!!!!
Um beijinho para si...(não onde quiser, pq lhe pode apetecer na crica e o Sr. Silva saiu daí ha muito pouco tempo)...e se até lá não lh'escrever mais nada...Bom Natal....
De Marisa a 7 de Dezembro de 2006 às 17:05
Ahahahahahaahahah, só mesmo o Pintelho!
Conto de natal... está bem, é digamos uma versão revolucionária e eu que nem acho piada nenhuma à quadra que atravessamos, mas se você o diz, não ouso contrariar.
O que gostei mesmo foi da sua expressividade, adoro quando as pessoas gostam do que eu escrevo e mo demonstram dessa forma efusiva... fico excitada, percebe?
Um beijinho repenicado tambem para si, nem quero sugerir onde, e espero muito sinceramente que venha cá ainda antes do natal, pode vir fantasiado de rena, que é umas das minhas fantasias... ahahahaha.
Adorei, mas adorei mesmo o seu comentário!
De Lucifer119 a 9 de Dezembro de 2006 às 16:00
....:))))))))) Depois do "take" anterior, estes seus arquejos e arrequejos sexualmente estrepitosos parece terem ficado um pouco mais claros.
....:)))))))) Contudo contínua a enquadrá-los e cenários de lugares comuns, muito batidos em quadros had-core publicitários. Veja-se este de formatação, em mangas alpaca, não é mais do que o homem do gás ou o canalizador doméstico, recentemente adaptado à menina da bilha.
....:))))))))) É verdade que esse seu tempo de repressão de desejos lascívos e de lúxuria redentora, lhe fizeram acumular oceanos de humidade orgástica que, serôdiamente, veio ao de cima através da liberdade que, o acariciar das suas fontes lúbricas regaladamente, lhe proporcionou. Acredito que, durante esse tempo, se lhe formaram poços de luxúria deliciosos, capazes de sustentar uma gula afrodiasíaca descomunal durante um século de orgasmos. Agora essas energias arrebatadoras não podem ser desbaratada por tudo quanto é pardieiro.
.....:))))))))) Essa jóia de força libidinal fabulosa merece enquadramento cenográfico de excelência, concretizando-se sobre nuvens, arco iris, bosque de bétulas, girassois, marmeleiros e outras frutas carnudamente insaciáveis.
.....:))))))) Valeu o perfil do busto e a sua agilidade expressiva expressão. É clara a sua capacidade argumentativa ante um expresso: "falo"
.....:))))))))Com um beijo, aguardando o próximo "take"
De Lucifer119 a 9 de Dezembro de 2006 às 16:07
...:)))))))) Bem, já vi que a mão nem sempre bateu certo...::)))))))) Assim há que corrigi-la:..."e cenários", leia-se .." em cenários"; em ..." agilidade expressiva expressão", leia-se só ..."agilidade expressiva"...
De Marisa a 10 de Dezembro de 2006 às 19:09
Como vê, tambem a mim me fogem as teclas das mãos, mas já que fez questão de se corrigir a si próprio o que é sempre de enaltecer, ajudo-o... 'hard-core' em vez de 'had-core'.
De Marisa a 10 de Dezembro de 2006 às 19:06
Como vai Lucifer?
Começo por lhe dizer que aprecio imenso esta sua escrita cuidada e linguagem rica em termos menos comuns.
Em relação a este mero relato de um belissimo fim de tarde, pois de facto é previsível, pois de facto não lhe apresento nada de novo, mas que quer, a verdade é esta eu gosto de uma boa sessão de sexo, qualquer que seja o pretexto, qualquer que seja o propósito.
Este sendo de facto banal demonstra, ou pelo menos tenta demonstrar, que algo de banal como é uma chamada pode resolver e muito bem o que seria mais uma noite como outra qualquer.
Espero que o próximo 'take' lhe seja mais agradavéme surpreendente, ainda assim muito obrigada pela visita, bem como pela fasquia em que em coloca.

Um beijo...

Vero?

veropiacere@sapo.pt

Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Hummmm...

Sei lá...

Ciao

(...)

Ingenuidade

Viver...

Pretensão

Quando...

Kininha

Renascer…

Hoje não…

Recordar...

Agosto 2010

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

No Ar...

Piaceres...

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Entre!

pegadas