Quarta-feira, 16 de Agosto de 2006

Homenagem

Ah, o pecado!
Viva o pecado
Que esconde em si
A mais casta virtude.
Pequemos todos, então,
Pois a alternativa
É sermos todos pequenos e vãos.

Deixemos correr
Mãos sobre nádegas
E olhares incestuosos
Sobre nossas próprias amantes.
Degolemos padres e pastores
(que também pecam, só que pecam
escondidos)
Pelo horror de terem inventado
As velhas beatas que nunca souberam
pecar.


E pequemos sem culpa
Porque culpa e pecado
Não sabem dançar um maxixe,
Só valsas vienenses.
Quando muito!
O pecado é belo,
Fulgurante e molhado;
Feito para ser deliciado
Como outra língua em nossa boca.

Fiquemos apenas com a angústia
Do pecado mal feito
Ou do jamais cumprido.
Pequemos o aqui e no agora
O pecado doce
Da quase-castidade abandonada.

Sem o pecado
Não acredito na sinceridade de Deus.

                                                        Paulo Mont'Alverne

Escrito por Marisa às 17:26
Piacere | Vero? | Grazie
|
18 comentários:
De Ca a 5 de Setembro de 2006 às 11:35
Não sei por onde começar...

Foto... Pecado original... "Assenta que nem uma luva"!!!

Pecado é não amar e consequentemente não usufruir da vida que é tão curta!!

Este pecado cometo-o e não o considero pecado quando praticado com respeito e sinceridade!!

Este poema é divino!

O tema foi abordado pelo artista Mont' Alverne com muita sabedoria!!

Parabéns a ele! E a ti bomboca!!
De Marisa a 5 de Setembro de 2006 às 12:06
Pois é, grande poema este!
Enfim, nós adoramos pecar...
A foto... soberba...
Louca.
De Zuco a 22 de Agosto de 2006 às 01:03
Eu pecador me confesso! Castigai-me senhora!
De Marisa a 22 de Agosto de 2006 às 09:04
Ide então para o altar e esperai lá por mim...
De Ca a 5 de Setembro de 2006 às 11:28
Chicote, serve?!!

Uhmmm!!!

Beijão meiguinho coisa boa!!
De Marisa a 5 de Setembro de 2006 às 12:05
Nem pensava noutra coisa...
De Zuco a 21 de Agosto de 2006 às 08:31
Pecado é náo ter tempo para vir aqui derramar um comentário de jeito!
De Marisa a 21 de Agosto de 2006 às 09:25
Sim, esse é um grande pecado, que terá obrigatoriamente uma grande penitência...
Mas eu fico sempre à espera dos seus derrames, sejam de jeito ou não, sejam comentários ou nem por isso...
Milkshake (viva a América)
De helluah a 19 de Agosto de 2006 às 17:31
pecado??? as coisas que uma princesa tem de ler cada vez q vem aqui.. ai benzi-me umas vinte vezes... esperai que vou ali onanar... hehehe
De Marisa a 21 de Agosto de 2006 às 09:22
Vossa alteza!
Quanta honra recebê-la no meu humilde canto.
Pois o pecado aqui tem outros contornos, que não os tradicionais... e sabe tão bem...
Vá onanar, mas depois volte!
Ahahahahahah, baci.
De Dossier de Argolas a 19 de Agosto de 2006 às 09:39
...breve visita para matar saudades. Cumpridas promessas por terras romanas: la Fontanna de Trevi, Ponte de Rialto, Piazza S.Marco, Catedral de Milano...todas perguntaram por si, e de si disse-lhes estar bem.
Retornarei para ficar.
Até lá, cuide-se e estime-se!
Um beijo apenas...

P.S. Quanto ao "Pecado"...bela maçã! Cairá ou não?
De Marisa a 21 de Agosto de 2006 às 09:21
Dossier!
Que saudades, meu caro!
Mas o amigo, fez uma breve visita a Portugal apenas com o propósito de visitar-me?
Não sei se serei merecedora de tal lisonjeio...
Fico na espectativa de saber pormenores da sua estadia por tão belas terras.
Espero que retorne, quando desejar, mas bem.
Cuido-me com certeza e deixo que me estimem...
Un solo baci...

A maçã... espero que sim!
De Capelli Marziani Pubici a 18 de Agosto de 2006 às 10:28
Ahhhh...il peccato...il contrario eterno del piacere!
Una maniera di controlla la mente di chi non controlla il corpo..e comunque il peccato ciò è permette il piacere puro!
Marisa, il peccato vive anche vicino da. Il piacere vive per la cima e dal basso vive la reminiscenza. Sono questi i vicini che sente ci le conversazioni senza le parole ed il moaned dell'emozione. L'abbraccio dell'ordine per te stesso. Questa poesia è bell'e regola alla musica bene scelto. Vederla intorno. Migliori auguri.(Me perdona per favore le sbagliate parole)
De Marisa a 18 de Agosto de 2006 às 10:36
Mas este homem é um poço de emoções, estou completamente esmagada!
Merecerei eu este Italiano bello?
Tem a capacidade de me deixar absolutamente rendida a seus pés, o pecado aqui adquire um sotaque tão caliente, que me faz transpirar e suspirar.
O pecado é lê-lo e não ter mais... de si.
Está perdoado, mas volte!
Il tuo baci...
De FlordeLis a 17 de Agosto de 2006 às 20:46
Apenas pecamos para com a nossa própria consciência...

Adorei o poema, Marisa..

Até breve..
De Marisa a 18 de Agosto de 2006 às 09:28
Olá mensageira, é verdade o pecado só existe se nós o assumirmos como tal, e mesmo assim, continuo a adorar pecar...
Que bom que gostaste.
Baci per te.
De libertynus a 17 de Agosto de 2006 às 11:45
humm tb adoro pecar..sabe tão bem...
De Marisa a 17 de Agosto de 2006 às 11:55
Sabe...
É un vero piacere...
Bem vindo ao meu canto, baci...

Vero?

veropiacere@sapo.pt

Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Hummmm...

Sei lá...

Ciao

(...)

Ingenuidade

Viver...

Pretensão

Quando...

Kininha

Renascer…

Hoje não…

Recordar...

Agosto 2010

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

No Ar...

Piaceres...

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Entre!

pegadas